Entender o que é e aprender como fazer gestão de riscos pode ser o diferencial entre o sucesso ou fracasso de sua clínica ou hospital veterinário.

Apesar de não existir uma…

Gestão de riscos para clínicas e hospitais veterinários

Publicado em 02/09/2020


Entender o que é e aprender como fazer gestão de riscos pode ser o diferencial entre o sucesso ou fracasso de sua clínica ou hospital veterinário.

Apesar de não existir uma única fórmula para lidar com os riscos, existem diversas metodologias que podem auxiliá-lo na identificação e prevenção deles.

A gestão de riscos é uma etapa muito importante que não deve ser negligenciada. Com um planejamento estratégico e eficaz é possível organizar seu negócio e alcançar os melhores resultados.

Então, aproveite agora mesmo o conteúdo que preparamos para você aprender a fazer sua gestão de riscos para clínicas e hospitais veterinários!

O que é gestão de riscos?

Para começar, é fundamental que você entenda completamente o que é a gestão de riscos, também conhecida como gerenciamento de riscos.

A gestão de riscos é uma maneira de conhecer previamente quais serão os desvios e desafios que poderão surgir em sua clínica ou hospital veterinário. E, com esse conhecimento prévio, planejar possíveis soluções para os problemas.

Sendo assim, com a gestão de riscos é possível administrar as ameaças, maximizar as oportunidades e agregar valor ao seu empreendimento.

O gerenciamento de riscos precisa estar alinhado com seu planejamento estratégico e objetivos. Isso facilita na identificação dos problemas, assim como, na sua avaliação e resolução.

Por que é importante fazer o gerenciamento de riscos?

Todo bom empreendedor precisa aprender a lidar com os possíveis riscos para obter êxito em seu negócio. Desse modo, é imprescindível antecipar os riscos e preparar-se para as tomadas de decisões de forma rápida e eficiente.

Ao realizar o gerenciamento de riscos você e sua equipe de colaboradores ficam mais bem preparados para tomar as melhores decisões diante dos problemas.

Com a gestão de riscos, fica muito mais fácil driblar as adversidades e criar ajustes necessários para o sucesso de sua clínica ou hospital veterinário.

O gerenciamento de riscos também contribui para a melhoria contínua de seu empreendimento. Sendo assim, facilita no alcance de metas e objetivos.

Como implementar a gestão de riscos

Preparado para realizar o gerenciamento de riscos em sua clínica ou hospital veterinário? Confira abaixo as dicas que trouxemos para você fazer uma boa gestão de riscos!

Powered by Rock Convert

1. Identificação e classificação dos riscos

Comece analisando seu empreendimento, considere seus objetivos e procure identificar quais são as possíveis ameaças.

Para isso, você pode criar um mapa de riscos. É importante considerar quais são os riscos internos e externos.

Os riscos internos podem ser classificados como gestão da equipe, organização, gestão financeira, motivação ou de conformidade.

Já os riscos externos podem ser macroeconômicos, sociais, ambientais, legais ou tecnológicos.

Dessa maneira, com o mapa de riscos em mãos, você já pode passar para a próxima etapa.

2. Avaliação e mensuração dos riscos

Após identificar e classificar quais são as ameaças para o seu negócio, é fundamental avaliar quais são os efeitos potenciais desses riscos.

Avalie qual é a probabilidade de cada um dos riscos acontecerem e, se acontecerem, quais são os impactos que eles podem gerar em sua clínica ou hospital veterinário.

Com essas respostas, mensure as ameaças e priorize os riscos que apresentam maior probabilidade de acontecer e que causam maiores impactos.

3. Faça o tratamento dos riscos

As etapas anteriores são extremamente importantes para que você possa fazer o tratamento dos riscos que foram identificados, classificados, avaliados e mensurados.

Um bom plano de gestão de riscos deve ajudá-lo a evitar, reter, reduzir, transferir e explorar o risco. Primeiro, é necessário fazer a escolha de acordo com a ocorrência e depois definir quais ações tomar.

4. Monitoramento e comunicação dos riscos

É fundamental monitorar os riscos que já aconteceram, assim como, evitar que eles aconteçam novamente.

Além disso, não deixe de fazer a divulgação da gestão de riscos para que todos os envolvidos estejam aptos para realizar a tratativa adequada de acordo com as suas funções.

Agora que você entendeu o que é, a importância e como implementar a gestão de riscos para clínicas e hospitais veterinários, basta colocar nossas dicas em prática para reduzir os prejuízos e aproveitar as oportunidades!


Ficou com alguma dúvida? Deixe-a nos comentários! Teremos muito prazer em te ajudar 😉



Deixe seu comentário

Grupo Ambplan - Todos direitos reservados - 2020