Será que o seu negócio veterinário está preparado para sobreviver à crise do coronavírus?

Pet shops, hospitais e clínicas veterinárias já estão sentindo o impacto financeiro das medidas de distanciamento social…

Crise do coronavírus em seu negócio veterinário: como fazer o controle financeiro

Publicado em 20/05/2020 | Atualizado em 19/05/2020


Será que o seu negócio veterinário está preparado para sobreviver à crise do coronavírus?

Pet shops, hospitais e clínicas veterinárias já estão sentindo o impacto financeiro das medidas de distanciamento social para conter a propagação da Covid-19.

Em uma crise de saúde sem precedentes como essa, o prejuízo econômico é inevitável. Contudo, isso não quer dizer que você precisa fechar seu negócio veterinário.

Sim, é possível vencer essa crise! Mas, para isso, é necessário fazer o controle financeiro do seu negócio veterinário de maneira adequada. Isto é, apertando os cintos e investindo de maneira inteligente.

Quer saber mais? Então continue a leitura!

Como fazer o controle financeiro para superar a crise

A seguir, reunimos algumas ações que você deve aplicar ao fazer o controle financeiro do seu negócio veterinário. Certamente, elas ajudarão a enfrentar os desafios provocados pela pandemia e pelo isolamento social de maneira eficiente:

1. Crie uma previsão do fluxo de caixa

Por mais que estejamos passando por um momento incerto, você não pode caminhar com o seu negócio veterinário completamente no escuro. Portanto, o primeiro passo para superar a crise do coronavírus é fazer uma previsão de fluxo de caixa para os próximos meses.

Para isso, você deve considerar todas as despesas fixas e variáveis que terá para manter a empresa funcionando pelo menos parcialmente.

Dessa maneira, você pode se antecipar para o pior cenário financeiro e, principalmente, consegue visualizar quanto precisa ter no caixa para arcar com as principais despesas.

2. Gaste apenas o essencial

Eliminar os gastos desnecessário é indispensável para manter o controle financeiro em tempos de crise. Afinal, o faturamento do seu negócio veterinário já deve ter caído drasticamente e, para sobreviver é preciso equilibrar ao máximo as receitas e as despesas.

Neste momento, dê preferência para as contas essenciais para manter o funcionamento do negócio. Além disso, se você tem um pet shop, por exemplo, opte por comprar apenas as mercadorias básicas, como rações e medicamentos. Deixe as novidades do mercado pet para outro momento.

3. Priorize o pessoal

Outro desafio para os negócios veterinários é a folha de pagamento. Afinal, com menos dinheiro entrando e a empresa fechada (parcialmente ou totalmente), como pagar os funcionários?

Powered by Rock Convert

Mesmo que o seu negócio veterinário seja pequeno, o salário dos colaboradores deve ocupar uma boa parte dos gastos da empresa. Portanto, esteja preparado para enfrentar o desafio.

Neste momento, o ideal é que você priorize o pagamento dos funcionários e deixe as outras despesas para depois. Outra alternativa temporária é oferecer férias coletivas, utilizar o banco de horas, antecipar os feriados ou adotar outras medidas possibilitadas pela MP nº 927/20.

4. Negocie com fornecedores

Também é válido renegociar o prazo para o pagamento de fornecedores durante a pandemia da Covid-19. Mas, ao negociar, é importante ter em mente que muitos deles estão enfrentando os mesmos problemas que você. Portanto, seja compreensivo.

Uma forma de honrar os pagamentos é priorizar os fornecedores menores, que são os mais prejudicados. Já as empresas maiores têm maiores chances de sobreviver à crise. Logo, podem aceitar um prazo maior para o pagamento.

5. Faça promoções

Ao mesmo tempo em que você precisa diminuir os gastos, também é necessário aumentar o faturamento. E uma das melhores formas de fazer isso é com promoções.

Sabe aqueles acessórios para pets que estão encalhados nas prateleiras? Ofereça descontos, crie kits ou dê brindes para compras acima de determinado valor.

Outra sugestão é vender vouchers antecipados. Funciona da seguinte maneira: o cliente adquire um serviço veterinário (pode ser uma consulta, banho e tosa etc) por um preço reduzido e pode utilizar quando os atendimentos normalizarem. Assim, o cliente ganha descontos e você consegue um capital de giro imediato.

Além dessas, existem outras ações que você pode fazer para vender produtos e serviços veterinários durante a pandemia.

6. Use a tecnologia para fazer o controle financeiro

Os negócios que utilizam softwares de gestão possuem maior controle financeiro e estão mais preparados para sobreviver aos períodos de recessão.

Portanto, se você ainda não possui um sistema de gerenciamento, está na hora de mudar essa realidade. Assim que possível, invista em um software de gestão  veterinária como o BensVET. Dessa forma, você consegue trabalhar com maior eficiência e produtividade, além de facilitar o planejamento financeiro do negócio.


E aí, este conteúdo foi útil para você?

Se o futuro é incerto, cabe a você agir no presente para sobreviver à crise! Portanto, comece imediatamente a colocar em prática as dicas de controle financeiro para seu negócio veterinário sobreviver à crise de coronavírus.



Deixe seu comentário

Grupo Ambplan - Todos direitos reservados - 2020