Será que é possível ter clientes mais satisfeitos, aumentar a produtividade, melhorar o fluxo de trabalho e tornar seu negócio veterinário mais competitivo no mercado? Esse é o desejo de…

Gestão da qualidade total: aprenda a aplicar em seu negócio veterinário

Publicado em 28/10/2019

Será que é possível ter clientes mais satisfeitos, aumentar a produtividade, melhorar o fluxo de trabalho e tornar seu negócio veterinário mais competitivo no mercado? Esse é o desejo de qualquer empresa, porém pode parecer inalcançável para muitas pessoas.

Mas, e se disséssemos que existe uma maneira estratégica de conseguir tudo que citamos acima (e muito mais)? Estamos falando da gestão da qualidade total.

O conceito é bastante conhecido no mundo dos negócios e totalmente aplicável no setor veterinário. Como o próprio nome diz, a gestão da qualidade total é um método para melhorar a qualidade dos produtos e serviços oferecidos por uma empresa.

Já gostou da ideia e quer aplicar em seu negócio veterinário? Então continue a leitura e descubra como implementar a gestão da qualidade total com alguns passos básicos.

O que é a gestão da qualidade total?

A gestão da qualidade total, também conhecida como TQM (do inglês Total Quality Management), é uma abordagem que visa a melhoria contínua de uma empresa. O método é uma combinação de ferramentas de qualidade e gerenciamento para corrigir erros, reduzir o desperdício ao máximo e aumentar os negócios.

Essa forma de gestão envolve a cultura, as atitudes e a organização da empresa para oferecer aos clientes produtos e serviços que atendam às suas necessidades. A satisfação total do cliente é alcançada por meio da análise e melhoria constante dos produtos e processos dentro da empresa.

Para isso, todos que fazem parte da organização devem estar envolvidos, independentemente do nível hierárquico ou função: sócios, colaboradores, fornecedores e parceiros do negócio.

Como implementar a gestão da qualidade em seu negócio veterinário

Você já deve saber como uma gestão eficiente faz a diferença em um negócio veterinário. Afinal, com tantos concorrentes e clientes cada vez mais exigentes, é necessário otimizar seus processos para se destacar no mercado.

Agora vamos para a parte prática de uma gestão que busca a qualidade total? A seguir, selecionamos os passos básicos para implementar o método em qualquer negócio do ramo veterinário.

Powered by Rock Convert

Planejamento

Tudo começa com um planejamento, certo? Com a gestão da qualidade total não é diferente. Antes de implementar essa abordagem nos negócios, certifique-se de fazer um planejamento. Considere quais são os departamentos e atividades que possuem maior influência no desempenho geral da empresa.

Além disso, identifique os valores e princípios do seu negócio veterinário que pretende usar e comunicar por toda a organização. Na etapa de planejamento, também é essencial listar as atividades que serão realizadas para atingir o nível máximo de qualidade.

Cooperação de todos

Em uma gestão de qualidade, é essencial que todos os colaboradores estejam envolvidos. Isso pode ser feito com treinamentos, reuniões e comunicação clara entre todos.

Dessa forma, todos os funcionários têm consciência de como o seu trabalho está ligado à estratégia e aos objetivos da organização. Isso vale tanto para os veterinários que lidam diretamente com os clientes quanto para quem trabalha nos bastidores de uma clínica ou pet shop.

Indicadores de desempenho

Os indicadores-chave de desempenho (os KPI’s) são aqueles índices essenciais para determinar a performance da empresa. Assim, determinar quais são os indicadores de desempenho ajudam uma empresa a se concentrar naquilo que a ajuda a atingir objetivos e se aproximar um pouco mais da qualidade total.

É importante considerar que um KPI precisa ser mensurável, específico e importante para o negócio de modo geral. Por exemplo, um indicador-chave de desempenho do seu negócio veterinário pode ser uma porcentagem no aumento das vendas. Ou então, um aumento na satisfação dos clientes em determinado período.

Depois de definir seus KPI’s, é preciso tomar medidas para monitorar e acompanhar o processo. Se o objetivo é ter clientes mais satisfeitos, por exemplo, você pode criar um método para cada cliente avaliar o atendimento. Então, a partir das respostas, é preciso analisar os números.

Melhoria contínua no processo

A gestão da qualidade total é um processo contínuo e não uma ação pontual. Portanto, isso significa que você precisa buscar uma melhoria constante em todas as políticas e procedimentos do seu negócio veterinário.

Por mais que o foco da gestão de qualidade seja a satisfação do cliente, você precisa se dispor a avaliar as ações e fazer as mudanças necessárias no meio do caminho. Ou seja, o ato de melhorar a qualidade dos produtos e serviços que sua empresa oferece é um processo sem fim.


Essas foram as ações básicas para implementar a gestão da qualidade total em um negócio veterinário. Agora quero saber: o que você e sua equipe têm feito para melhorar a qualidade dos seus produtos e serviços? Compartilhe sua experiência nos comentários abaixo!

Deixe seu comentário

Grupo Ambplan - Todos direitos reservados - 2019