Conhecer as tendências de consumo é fundamental para o sucesso de qualquer negócio. No segmento pet não é diferente. Afinal, os hábitos mudam e o atendimento veterinário precisa se adaptar.

Anualmente,…

4 tendências de consumo aplicadas ao atendimento veterinário

Publicado em 20/01/2021 | Atualizado em 19/01/2021


Conhecer as tendências de consumo é fundamental para o sucesso de qualquer negócio. No segmento pet não é diferente. Afinal, os hábitos mudam e o atendimento veterinário precisa se adaptar.

Anualmente, a Euromonitor International, uma das principais empresas de pesquisa de mercado do mundo, reúne tendências de consumo globais para negócios de todos os segmentos. O relatório de 2020 traz alguns insights interessantes para o mercado veterinário e fazem todo o sentido para este período de pandemia.

Confira as principais tendências de consumo aplicadas ao atendimento veterinário e trace novas estratégias para sua clínica, pet shop ou hospital.

1. Mais que humano: a tecnologia a favor dos negócios

Já citamos em diversos artigos que o uso da tecnologia em negócios veterinários é cada vez mais indispensável. A partir de agora, essa tendência está ainda mais forte e engloba vários aspectos do negócio pet.

A comercialização de produtos pela internet é uma delas. Por isso, vale a pena apostar em um site ou até mesmo um serviço de assinatura personalizado para animais domésticos, por exemplo.

Além disso, é extremamente necessário incluir a tecnologia no funcionamento prático da sua empresa. Um software de gestão veterinária, como o BensVET, é ideal para facilitar o gerenciamento do negócio e melhorar o atendimento aos clientes.

2. Mais conteúdo em menos tempo

Em quanto tempo você consegue chamar a atenção do seu consumidor? No meio físico ou virtual, a resposta deve ser uma só: em poucos segundos!

Uma das tendências de consumo da Euromonitor mostra que as pessoas estão cada vez mais práticas e imediatistas. Isso significa que, se uma empresa não cativa o consumidor em poucos segundos, ele irá escolher a próxima.

Por isso, seja qual for o seu negócio veterinário, você precisa adaptar seu conteúdo para esta realidade. Isso é válido principalmente para as redes sociais, onde você pode criar materiais dinâmicos, fáceis de serem absorvidos e capazes de cativar rapidamente o público-alvo.

Powered by Rock Convert

3. Atendimento sem sair de casa

Com a propagação do coronavírus e o distanciamento social, as pessoas começaram a se isolar em suas casas. Sem dúvidas, essa mudança influenciou – e muito – no comportamento dos consumidores. As pessoas enxergaram no uso da tecnologia, uma forma mais fácil de trabalhar, fazer compras e se divertir em casa.

Mesmo com a crise causada pela pandemia, as expectativas são positivas para o segmento veterinário. Com os tutores em casa por mais tempo, o cuidado com os animais domésticos passou a ser maior.  Mas é claro que as empresas precisam se adaptar à nova realidade.

Nesse sentido, o consumo em pet shops online aumentou, fortalecendo uma tendência que já havia sido registrada anteriormente.

O atendimento veterinário a domicílio também é uma tendência que veio para ficar, proporcionando mais conforto e praticidade para tutores e pets. Para os próximos anos, podemos esperar a regulamentação da telemedicina veterinária, uma forma de atendimento veterinário que vai além de uma conversa por WhatsApp, por exemplo.

O conceito é abrangente e envolve o uso da tecnologia para fornecer informações sobre a saúde do animal de maneira remota. Assim, a telemedicina permite que os profissionais revisem rapidamente exames e outros dados de diagnósticos e forneçam um parecer clínico sobre determinado paciente.

Esse alcance maior e mais rápido pode revolucionar a maneira como os veterinários diagnosticam e tratam os animais. Por enquanto, a telemedicina veterinária ainda não é regulamentada no Brasil, mas o assunto já vem sendo discutido por especialistas.

4. Personalização Privada

Produtos e serviços personalizados continuam sendo uma tendência de consumo. Uma forma de conseguir uma experiência personalizada para cada cliente no atendimento veterinário é melhorando a comunicação entre a clínica veterinária e a base de clientes, por exemplo.

Assim, é possível enviar lembretes de consultas, atualizações de vacinação, rastreamento de condições de saúde e, consequentemente, fidelizar os clientes. As plataformas de gestão, como o software veterinário BensVET, oferecem  diversas possibilidades para coletar e armazenar os dados de cada animal e facilitar a personalização no atendimento veterinário.


Essas foram as principais tendências de consumo apontadas pela Euromonitor que podem ser aplicadas ao atendimento veterinário. Todas elas mostram que os hábitos dos consumidores estão mudando rapidamente e as empresas devem se adaptar rapidamente para sobreviverem nesse mercado tão competitivo.

Agora queremos saber: você já aplica alguma dessas tendências em seu negócio veterinário? Compartilhe sua experiência conosco nos comentários abaixo!



Deixe seu comentário

Política de Cookies | Política de Privacidade | Termos de Uso

Grupo Ambplan - Todos direitos reservados - 2020